Semana 15: 18 – 25 Setembro

A equipa do Arquiteturas acredita que esta pausa é uma ótima oportunidade para relembrar as últimas sete edições do festival e oferecer aos espetadores do mundo inteiro uma retrospetiva do festival com filmes gratuitos. Cada filme será lançado todas as sexta-feiras, até à data da edição no próximo ano, que decorrerá no cinema São Jorge de 1-6 Junho, e poderá ser visionado durante uma semana. Esta iniciativa visa proporcionar visibilidade aos filmes e aos realizadores e agradecer a sua contribuição para o início de muitas discussões necessárias iniciadas no festival através das histórias retratadas nos filmes. O festival convida todas as semanas, ao vivo no Instagram, os realizadores para uma conversa informal com a diretora do festival. Estas conversas serão anunciadas sempre que for possível serem realizadas, através das páginas do Instagram e do Facebook do festival.

STREAMING GRATUITO DISPONÍVEL ABAIXO de 18 a 25 DE SETEMBRO

LIVE INSTAGRAM COM PAULO BARROS E GUSTAVO GAMA TBA (GMT+2)

Bernardes PRÉMIO LUSOFONIA ARQUITETURAS’14 Paulo de Barros, Gustavo Gama Rodrigues, Brazil, 2014, 92′ 

O documentário mostra a vida e a obra de um dos principais arquitetos brasileiros, Sergio Bernardes. A reportagem revela a polêmica e avassaladora vida profissional e familiar do arquiteto, urbanista, designer, escritor, poeta, inventor e, acima de tudo, humanista incompreendido para sua época.

Sergio Bernardes criou inúmeros projetos no Brasil e no exterior, pelos quais recebeu importantes prêmios – Primeiro lugar na Expo-Internacional de Bruxelas, primeiro prêmio para o Senado Federal do Rio de Janeiro, o prêmio Internacional de Habitação na 1ª Bienal de São Paulo, e o primeiro prêmio de arquitetura industrial da Trienal de Veneza. Entre seus projetos mais conhecidos estão o pavilhão de São Cristovão e os Postos de Salvamento da Orla das praias, no Rio de Janeiro, o Palácio do Governo e o Mausoléu Castelo no Ceará e o Hotel Tambaú, na Paraiba.

Com a participação de profissionais que trabalharam diretamente com Sergio, pesquisadores e familiares, além de visitas aos principais projetos construídos, o filme apresenta ao neto Thiago, as peças de um instigante quebra cabeças que desafia o entendimento do “por quê” o arquiteto foi mantido à margem do cenário arquitetônico brasileiro.

O filme conta ainda, com algo raro no nosso país: a possibilidade de exploração de um vasto e rico material documental e iconográfico que compõe o acervo do arquiteto, que registra mais de 65 anos de uma potente produção intelectual que evidencia o espírito inovador de uma arquitetura sintonizada com o amanhã.

TRAILER