Semana 10: 14-20 Agosto

A equipa do Arquiteturas acredita que esta pausa é uma ótima oportunidade para relembrar as últimas sete edições do festival e oferecer aos espetadores do mundo inteiro uma retrospetiva do festival com filmes gratuitos. Cada filme será lançado todas as sexta-feiras, até à data da edição no próximo ano, que decorrerá no cinema São Jorge de 1-6 Junho, e poderá ser visionado durante uma semana. Esta iniciativa visa proporcionar visibilidade aos filmes e aos realizadores e agradecer a sua contribuição para o início de muitas discussões necessárias iniciadas no festival através das histórias retratadas nos filmes. O festival convida todas as semanas, ao vivo no Instagram, os realizadores para uma conversa informal com a diretora do festival. Estas conversas serão anunciadas sempre que for possível serem realizadas, através das páginas do Instagram e do Facebook do festival.

STREAMING GRATUITO DISPONÍVEL ABAIXO DE 14 A 20 AGOSTO

LIVE INSTAGRAM COM HEIDRUN HOLZFEIND E CHRISTOPH DRAEGER QUARTA 19 AGOSTO 20h

Tsunami Architecture ARQUITETURAS’16

Heidrun Holzfeind, Christoph Draeger, 2012, Áustria, 60′

O tsunami do Oceano Índico de 2004 foi uma das piores catástrofes naturais da história. Embora a atenção internacional tenha diminuído, os desafios pós-tsunami continuam a ter um impacto nas comunidades afetadas. Seis anos depois e apenas algumas semanas antes de Fukushima, vimos o que foi alcançado, o que deu errado e quais os desafios que permanecem. Numa viagem de três meses, de dezembro de 2010 a fevereiro de 2011, aos cinco países mais afetados – Tailândia, Aceh / Indonésia, Sri Lanka, Maldivas e Índia – investigamos o estado atual da arquitetura construída ou reconstruída após o tsunami. Utilizando vídeo e fotografia, documentamos os efeitos de longo prazo do desastre com recurso a conversas com sobreviventes, testemunhas oculares, equipas de socorro e equipas de resgate. Também estabelecemos uma coleção de imagens do desastre e dos esforços de reconstrução.

Estávamos interessados em saber como o fluxo de dinheiro de ajuda transformou as regiões afetadas, reconstruiu e remodelou as economias locais e moldou as comunidades. Como funciona a memória coletiva e individual, anos depois de um mega evento tão divulgado na mídia? De que forma a arquitetura construída após o Tsunami foi capaz de responder às necessidades individuais das comunidades afetadas? Como é que essas comunidades puderam participar do processo de recuperação? Como é que essas estruturas foram adaptadas ao longo do tempo pelos seus habitantes, e como as intervenções arquitetónicas alteraram as estruturas sociais e comunitárias?

Em alguns casos, os habitantes locais foram integrados nos esforços de reconstrução e com poderes para se organizarem para reconstruir os seus meios de subsistência; as comunidades afetadas melhoraram a sua situação de vida por meio das moradias recém-construídas, mas muitas vezes o projeto das moradias tem sido culturalmente insensível e esforços bem-intencionados criaram uma chamada síndrome de “dependência” na qual as comunidades continuam a exigir ajuda externa em vez de se envolverem ativamente na melhoria da sua situação.

FILME COMPLETO

SOBRE HEIDRUN HOLZFEIND e CHRISTOPH DRAEGER

Heidrun Holzfeind, nascida em 1972, é uma artista e cineasta austríaca residente em Berlim. Holzfeind está interessada em como a arquitetura interage com a vida quotidiana das pessoas. Ela questiona utopias arquitetónicas e sociais imanentes, explorando as inter-relações entre história e identidade.

Christoph Draeger, nascido em 1965, é um artista suíço que vive e trabalha em Berlim e Tromsoe. Os projetos conceptuais de Draeger assumem a forma de instalação, video e media baseados em fotos para explorar de forma crítica questões relativas a desastres e a cultura dominante saturada dos media.