Arquiteturas Film Festival

E os filmes vencedores são…

PREMIADOS ARQUITETURAS 2016 

Melhor Filme Português 
Penúmbria

Eduardo Brito 2016| Portugal| 9’ Idioma – Português | Legendas – Inglês

A cidade distópica de Penúmbria foi fundada há duzentos anos, num istmo distante — um lugar de solos áridos, mares furiosos e clima violento. Penúmbria deve o seu nome à nebulosidade e sombras quase permanentes. Um dia, os seus habitantes decidiram sair, oferecendo a cidade ao tempo. Esta é a história de um lugar inabitável.

Melhor Filme Internacional
La Cupola

Sattel Volker 2016| Alemanha| 40’ Idioma – Italiano | Legendas – Inglês

O retrato de uma casa sem paredes de suporte. Uma arrojada cúpula de betão, um espaço aberto – no seio das bizarras formações rochosas de uma acidentada costa de granito avermelhado. A casa pertencia à actriz Monica Vitti e ao realizador Michelangelo Antonioni. O vazio da “cúpula” e a qualidade deserta do lugar são o ponto de partida para especular aparentemente de forma aleatória, figuras entram na imagem e posteriormente na cúpula, e até hoje, a utopia de um conceito alternativo de viver parece flutuar acima da sua forma.

Melhor Filme Experimental
Cais

Marta Covita | 2015| Portugal| 12’
Idioma – N/A | Legendas – N/A
CAIS é um filme contemplativo de situações do quotidiano que têm lugar no Cais das Colunas em Lisboa. Mais do que tornar clara a percepção urbanística do próprio espaço interessou-me captar a sua abstração.

Prémio Novos Talentos 
DGLR

Antje Buchholz, Sven Flechsenhar & Maja Weyermann 2013| Alemanha| 12’
Idioma – N/A | Legendas – N/A
O filme de animação “DLRG” examina um dos edifícios notáveis do pós-guerra Berlin. Projetado pelo arquiteto Ludwig Leo, foi concluído em 1973 e serviu o alemão Life Saving Association (DLRG), tanto como uma base para operações terrestres e de salvamento como de armazenamento de inverno para os seus barcos. O filme visualiza os mecanismos inventivos e relações espaciais complexas desta obra única da arquitetura através de animações de partes dos desenhos originais de Leo.

Prémio do Público
ex-aequo
Em Breve Estarás Aqui

Fábio Petronilli 2016| Holanda/The Netherlands| Portugal| 38’
Idioma – Português/Inglês | Legendas – Inglês

Lisboa tornou-se numa das cidades europeias com um dos maiores crescimentos de turismo. Em Abril de 2016, Stadslab (Urban Design Laboratory da Universidade de Tilburg – Amsterdam) organizou uma Masterclass internacional sobre City Making & Tourism Gentrification focado na intervenção urbana no bairro da Mouraria. Original bairro mouro do séc. XIII manteve-se até hoje como área central marginal, multicultural e pobre. Hoje em dia, partes da Mouraria são afetadas pelo turismo: os preços baratos dos imóveis e a proximidade com outros destinos turísticos levantam reais hipóteses de que a Mouraria em breve enfrentará um grande afluxo de investimentos turísticos. A oportunidade é o seu desenvolvimento económico, mas o risco é a perda da sua identidade. Este filme foi produzido por Stadslab, Academia Cidadã, Largo Residências e Arquiteturas Film Festival.

A Casa ou Máquina de Habitar

Catarina Romano 2016| Portugal| 12’ Idioma – Português | Legendas – inglês
Encontros entre pessoas, conversas e situações do quotidiano. Um discurso sem compromissos, às vezes nervoso, outras vezes tímido. Estas são as vozes ouvidas por acaso, contando seus pequenos contos que a imagem desvenda: ensaiando mundos que são casa-ser (ou ser-casa). Neste fluxo, entramos em territórios instáveis, lugar da obra-do-ser em progresso – a casa interior de cada um de nós.
People meeting and talking, and everyday situations. An uncompromised speech, sometimes edgy, others shy. These are the voices overheard, telling their small tales that the image unravels, multiplies or just exhales: rehearsing worlds that are house-being (or being-house), moored in boxes, bodies, secrets, desires, glimpses or the ephemeral materiality. In this flux, we step into unstable territories, place of the work-of-being-in-progress — the inner home of each of us.

UA-59421944-2