Em que estado se encontram hoje os conjuntos habitacionais construídos no século XX inspirados, nos países da URSS, pela experiência russa dos apartamentos de habitação coletiva e no, resto da Europa, pelas teorias corbusianas sobre a L’Únité d’habitation? Como resistiram quase meio século após a implosão de Pruitt-Ego nos anos 70, marco simbólico da crise dos ideais modernistas na arquitetura e no urbanismo? Esta arquitetura, ainda nova em termos de escala temporal, coloca-nos diante da seguinte questão patrimonial: o que fazer com estes edifícios? Restaurá-los, atualizá-los ou entregá-los ao desinteresse imobiliário para que se tornem ruínas prematuras, testemunhas do fracasso não apenas da utopia modernista, mas da própria natureza humana construtiva?

 

O documentário 16 District, 16 Floors, 16 People coloca em xeque a perenidade da arquitetura modernista ao mostrar o estado de precariedade dos últimos edifícios de habitação social construídos antes do colapso da URSS. O conjunto de edifícios na Arménia, concluído na década de 80, é o cenário para os relatos sobre problemas de manutenção, de funcionalidade e de acabamento, mas também sobre as expectativas e desencantos dos moradores, sobre as vidas humanas condicionadas pelo desenho do espaço.

No seio dos arranha-céus pós-modernos de Londres, resiste o icónico Robin Hood Gardens, dos modernistas Peter e Alison Smithson. No documentário The Disappearance of Robin Hood, no âmbito das discussões sobre a sua demolição, as narrativas dos moradores trazem à tona o sentimento de pertença que se construiu nestes edifícios ao longo dos últimos 50 anos. Ainda assim, a demolição parece inevitável quando está em curso um processo de valorização do solo urbano que atinge hoje áreas periféricas antes reservadas à população de baixa renda.

Off Season é um filme sobre o edifício Machnác, um antigo sanatório spa  abandonado na Eslováquia, obra arquitetónica de valor histórico. A situação de abandono especulativo do edifício vai contra os desejos da comunidade local, interessada em restaurá-lo. O filme evoca reflexões patrimoniais sobre como lidar com esse tipo de arquitetura modernista que cada vez mais perde a sua atualidade tipológica.

 

 

16 District, 16 Floors, 16 People

Tatevik Vardanyan
Arménia, 2018, 19’  
Competição Documentário

Estreia Portuguesa

 

The Disappearance of Robin Hood

Klearjos Eduardo Papanicolaou
Suiça
, 2018, 25’
Competição Documentário

Estreia Portuguesa 

 

Off season

Andrea Kalinová
Eslováquia
, 2018, 35’
Competição Documentário

Estreia Portuguesa