Introdução e Q&A com os arquitetos Paulo Moreira e Pedro Clarke

Os filmes reunidos nesta sessão abordam as particularidades do uso do espaço urbano e arquitetónico em determinadas culturas locais. Os dois primeiros filmes estão relacionados pela proximidade geográfica dos cenários que emolduram.  There’s a Tree on the Sidewalk e Learning by Doing retratam, respectivamente, o bairro de Alexandra, em Johanesburgo, e o pequeno país de Lesoto, um enclave localizado no centro-oeste da própria África do Sul. Ambos os filmes problematizam as condições materiais e urbanas precárias dos dois lugares, em grande parte como decorrência de Estados incapazes de planear a ocupação do território.

Em There’s a Tree on the Sidewalk as narrativas sociais que compõem o documentário evidenciam os modos com os quais a população se apropria espontaneamente do espaço e resolve problemas do uso diário da rua, muitas vezes utilizando técnicas construtivas caseiras ou ocupando comercialmente o espaço público.

No documentário Learning by Doing, o cenário urbano problematizado é muito semelhante, mas agora, o que está em jogo é a capacidade desses locais remotos e aparentemente esquecidos se desenvolverem e promoverem transformação social. Diante de um quadro de baixas taxas de urbanização, de altos índices de pobreza e de desemprego entre jovens,  como pode o arquiteto vindo de fora ser o agente dessa transformação e ainda assim intervir de forma a respeitar condições culturais, económicas e geográficas tão específicas?

Flying Monks Temple investiga as relações de diálogo cultural entre arquiteto e comunidade local de uma perspetiva subjetiva. O arquiteto lituano Austris Mailitis, ao propor um templo singular para os Monges Shaolins, no Monte Sagrado Songshan da província chinesa de Henan, tem de lidar com o desafio de comunicar e negociar as suas visões próprias de arquitetura.  O filme é sobre como o arquiteto se coloca diante da tradução do desejo do cliente, numa relação de grande diferença cultural, e ainda assim se mantém íntegro em relação ao sonho de realizar a sua obra.

There’s a Tree on the Sidewal

Jonathan Pinkhard e Adam McConnachie
África do Sul South Africa, 2018, 12’
Competição Documentário
Estreia portuguesa

Learning by Doing

Fabio Petronilli
Lesoto Lesotho, 2018, 18’
Competição Documentário
Estreia portuguesa 

Flying Monks Temple

Žanete Skarule
Letónia, 2018, 56’
Competição documentário
Estreia portuguesa