2015 Arquiteturas Film Festival

3 de Outubro/ Sábado / 15h00 / Bar do Fórum Lisboa 

LANÇAMENTO DO LIVRO
Cassiano Branco (1897-1970) de Paulo Tormento Pinto com José António Bandeirinha

AFFL-PARALELAS-CapaLivro_Cassiano

No filme, Bis ans Ende der Welt, a cena rodada no Eden passa-se numa outra cidade completamente diferente, a arquitectura de Cassiano — a tal arquitectura específica de Lisboa — serve a acção cosmopolita, simboliza toda e qualquer cidade, todo e qualquer décor urbano, aqui, em Lisboa, em Moscovo, ou no fim do Mundo. Eram escadarias soltas no foyer, eram olhares e olhares que se cruzavam num qualquer cenário urbano, densidade humana errante no espaço da modernidade. E nós, os portugueses, não soubemos honrar o arquitecto que as pensou. Não pudemos sequer chegar a ser expulsos do Eden. Demolimo-lo antes que isso pudesse acontecer.

O livro do Paulo Tormenta Pinto não nos redime desse processo vil, mas constitui uma homenagem tão digna quanto futurante ao arquitecto das escadas do foyer do Eden, do Portugal dos Pequenitos, do hotel Vitória, da Cidade do Filme, do Grande Hotel Luso e de tantas, tantas outras obras de arquitectura moderna.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *